Buscas - Coleção Digital
    :                                                                                                 Direitos Autorais
PUC-Rio
PUC-Rio
Toolbox E-mail Help Plugins Acessos Area Restrita
aba parte esquerda Coleção Digital aba parte direita
aba parte esquerda Sala Virtual aba parte direita
aba parte esquerda Sala de Aula aba parte direita
aba parte esquerda Notícias aba parte direita
aba parte esquerda EMA aba parte direita
aba parte esquerda Projetos Especiais aba parte direita
Aumentar letra Diminuir letra Normal Contraste
 
Maxwell
imagem de espaçamento
  Página Inicial
imagem de espaçamento
  Buscas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Estatísticas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Sobre
imagem de espaçamento
rodape do menu
Consulta aos Conteúdos

Botão de Informações

Título: A CRÍTICA DO SUJEITO NA ARQUEOLOGIA DE MICHEL FOUCAULT
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): FABIANE MARQUES DE CARVALHO SOUZA
Colaborador(es): KATIA RODRIGUES MURICY - Orientador
Catalogação: 17/03/2004 Idioma(s): PORTUGUÊS - BRASIL
Tipo: TEXTO Subtipo: TESE
Referência [pt]: http://www.maxwell.lambda.ele.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=4662@1
Referência [en]: http://www.maxwell.lambda.ele.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=4662@2
Resumo:
A crítica do sujeito na arqueologia de Michel Foucault tem, como foco principal, a investigação da emergência histórica das ciências humanas e a teorização da história arqueológica realizadas por Foucault respectivamente em Les mots et les choses e em Larchéologie du savoir. Essa dissertação procura desenvolver uma leitura sistemática da crítica que o filósofo francês faz à noção de sujeito no período em que concentra seus esforços na realização de uma história filosófica denominada arqueológica. Para tanto, foi necessário, primeiramente, além de reunir elementos da crítica empreendida por Foucault ao humanismo presente na filosofia moderna, explicar em que consiste o método histórico-filosófico denominado arqueológico, para, em seguida, tematizar a tentativa de uma, por assim dizer, desconstrução crítica da filosofia do sujeito moderno, tal como realizada por Foucault nas obras analisadas ao longo dessa pesquisa.
Descrição Arquivo
CAPA  PDF  
TERMO DE APROVAÇÃO  PDF  
FICHA CATALOGRÁFICA  PDF  
AGRADECIMENTOS  PDF  
RESUMO  PDF  
ABSTRACT  PDF  
SUMÁRIO  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CAPÍTULO 5  PDF  
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF  
<< voltar